Postagem em destaque

LINHA STAR WARS DA IRON STUDIOS

Fundada em 2010 a empresa IRON STUDIOS é a primeira no Brasil a focar 100% dos seus trabalhos em produtos para colecionadores. No...

3 de junho de 2013

Sabres de Luz - Colecionáveis e combate

Quem nunca brincou com seu sabre de luz?
Seja um cabo de vassoura, um cano, uma antena ou uma lanterna, que na nossa imaginação se tornaria o tão desejável lightsaber visto nas telas.


Sua materialização das telas para as lojas, se iniciou desde os modelos telescópicos, com lâmpadas, eletroluminescentes e por último com LED.

Hoje temos no mercado, os chamados FX que inicialmente batizados pela Master Réplicas (MR) foram produzidos como itens colecionáveis, réplicas das originais, com efeitos de sons e luz.

Inicialmente a MR produziu os seus sabres com oque se conhece como "neon flexível", obviamente com um princípio de funcionamento bem diferente do neon, o fio eletroluminescente se assemelhava muito ao neon, mas era caro e frágil.


Com uma iluminação muito eficiente, ele ainda é utilizado em peças de luxo para o ascendimento de sabres, e isso pode ser identificado pelo fio interno dentro da lâmina dos sabres.

Logo depois os sabres passaram a ter tecnologia LED, que para simular o acendimento progressivo apresenta uma tira com LEDs em sequência, como um sabre real deveria "ligar" e "desligar" a sua lâmina de luz, alem de outros dispositivos eletrônicos, como placas, caixa de som e um acelerômetro que é utilizado como sensor de movimento e impacto.



Estes sabres tem o seu Hilt (empunhadura)  muito próximos do real, porém alguns modelos apresentam um emissor mais largo que o real, justamente para que exista a adaptação dos dispositivos eletrônicos, como acontece no sabre do Luke EP VI e Obi Wan.



Apesar destes sabres possuírem lâminas de policarbonato (virtualmente indestrutíveis), o mesmo material utilizado em lentes de óculos esportivos, esse tipo de sabre são apenas réplicas e não são indicados para combate, pois possuem dispositivos eletrônicos que podem ser danificados pelo impacto, e problemas como falhas em um dos LEDs podem inutilizar a peça.





Atualmente quem tem os direitos de produção dos sabres FX é a Hasbro, e por isso os MR se tornaram tão raros, praticamente eles apresentam as mesmas características estéticas, mas com um som de qualidade mais inferior aos anteriores.




A Hasbro criou um novo modelo de FX onde é possível a remoção da lâmina, para que o hilt (empunhadura) possa ser carregado no cinto e com um acessório para prende-lo no cinto, mas que é bem diferente do Covertec (nova trilogia) ou "D ring" originais (trilogia clássica)


Um dos acessórios é uma peça que fecha o espaço deixado pela lâmina que foi removida.








Para combate, existem os sabres que utilizam apenas um LED, tem poucos efeitos justamente para que não se danifiquem durante os embates, já que inclusive para apresentações não é possível ouvir os sons vindos dos sabres a distância.



Atualmente temos a possibilidade de utilizarmos os LED´s RGB (red, green, blue) que combinados e com o uso de um processador, pode criar diversas cores.


Estes sabres são bem simples, não são réplicas, justamente para que seus detalhes não interfiram nos movimentos, lembrando que os sabres chamados de stunt (utilizados em coreografias dos filmes) tem o um hilt produzido em borracha, diferentes dos chamados de HERO, que são produzidos em metal.



A Hasbro passou também a produzir uma linha de sabres FX mais voltado para o público infantil, diferente dos FX direcionados a colecionadores, são mais curtos, com o hilt em plástico, mas com efeitos semelhantes aos dos FX colecionáveis, e por isso tem um custo bem mais baixo.





Então, esperamos ter tirado algumas dúvidas sobre os diferentes sabres e suas propriedades e indicações.






8 comentários:

Postar um comentário

Alianças

Blades CJSP CJSP Star Wars BR The Rebel Legion