Postagem em destaque

LINHA STAR WARS DA IRON STUDIOS

Fundada em 2010 a empresa IRON STUDIOS é a primeira no Brasil a focar 100% dos seus trabalhos em produtos para colecionadores. No...

23 de janeiro de 2013

Como nasceu o sabre de luz de Ben Kenobi - UPDATE


Inaugurando a nossa série sobre as props dos sabres de luz utilizados nas filmagens da nossa querida saga, vamos começar falando de um dos primeiros sabres utilizados no EP IV.


Não sei se todos sabem, mas Star Wars é reciclagem pura, as peças utilizadas em cena são baseadas tanto em armas reais, como também na utilização de peças dos mais variados objetos, que vão de um Flash dos anos 40 (trilogia clássica) a um aparelho de gilete feminino dos anos 90 (nova trilogia).



Nos primeiros estudos foram feitas fotos dos mais variados objetos, que fossem próximos aos conceitos iniciais e posteriormente selecionados para a confecção do que seria utilizado em cena, mas que não fosse identificado como um objeto comum, já que a nossa estória se passa em uma galaxia muito distante.



Feito isso, chegamos ao que conhecemos hoje como o sabre de luz do Obi-Wan, sendo o mais complexo entre todos já criados


Então como diria Jack...vamos por partes descrevendo o nosso HILT ou empunhadura do lightsaber.

A primeira peça, que chamamos de emmiter é de onde sai o feixe da lâmina de luz, que na verdade é um Interconector tipo II entre duas câmaras de combustão do motor Derwent de um jato Gloster Meteor, datado de 1945. As câmaras também foram usadas para ser a cabeça do IG-88. 


Para a empunhadura, foi utilizada uma granada inglesa da primeira guerra mundial (No 3 Mk1)



Para o acionador, foi utilizada a braçadeira de um Flash Graflex, que também seria utilizado por inteiro em outros sabres.


Na parte superior do acionador observamos uma sequência de "bolhas" ou lentes, essas lentes foram removidas do visor de uma calculadora Texas da década de 70.




Quase no final do corpo do sabre encontramos uma peça 
com sulcos verticais, um realçador de recuo de uma metralhadora .50 montada em avião, da Segunda Guerra Mundial.


E finalizando o nosso Frankenstein, a peça chamada de pommel (ou pomo em português) é uma torneira dos anos 70 (Armitage Shanks).
A função do pommel em uma espada ou sabre é contrabalancear o peso da lâmina, dispondo de um grande pomo maciço no fim do cabo.




E finalizando, temos o nosso lightsaber terminado e já com a caracterização com os desgastes, ferrugem e amassados característicos de uma peça que acompanhou Obi-Wan durante o seu exílio em Tatooine, diferente do que vemos no EP III.



By: Rodrigo Shadow
Imagens: Rodrigo Shadow Collection e Star Wars Making-off.
Colaboração: Gilson Santos e Hermes Barreto Neto

2 comentários:

Postar um comentário

Alianças

Blades CJSP CJSP Star Wars BR The Rebel Legion